Tempo de leitura: 1 minuto
No mês de maio acontece, em âmbito Nacional, a Campanha de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, o chamado “Maio Laranja”.Pode ser uma imagem de 11 pessoas, hospital e texto
Neste contexto, nos dias 20 a 22 de maio as Conselheiras Tutelares Noeli Pagnussatt Rosa, Rosemari Dickel Tonelo e Luciane Moura desenvolveram ações de prevenção nas Escolas do município de Alto Alegre. As atividades foram desenvolvidas na EMEI Otávio Vitório Bertol, com as crianças do Pré A e Pré B. Na Escola Princesa Isabel, com os alunos do 1º ao 9º ano e com as crianças e adolescentes do 1º ao 7º ano da Escola Barão Homem de Mello.
Noeli, evidencia que durante as visitas às escolas, foi utilizado o Semáforo do Toque, um material especialmente idealizado para instruir de forma lúdica, as crianças e adolescentes sobre os contatos físicos que podem ou não permitir.
“Dar visibilidade ao assunto é muito importante, pois é por meio do conhecimento e da conscientização que podemos buscar juntos a solução deste problema que aflige tantas crianças”, destaca Noeli, coordenadora do Conselho Tutelar de Alto Alegre. Segundo informações do https://maiolaranja.org.br/ a cada hora 3 crianças são abusadas no Brasil. Cerca de 51% tem entre 1 a 5 anos de idade.Pode ser uma imagem de textoNenhuma descrição de foto disponível.
Desta forma o objetivo da Campanha Maio Laranja e da Ação realizada nas escolas é informar e orientar crianças e adolescentes para que não sejam vítimas de atos abusivos e violentos, e que saibam como reagir e buscar ajuda.
Na ocasião também foi divulgado aos alunos a função do Conselho Tutelar e a disponibilidade dos Conselheiros em ajudar nas demandas que afetam os direitos das crianças e adolescentes de nosso município.
Compartilhe também no:

QUINZE DE NOVEMBRO | Administração Municipal e Sicredi renovam convênio do Programa União Faz a Vida

Artigo anterior

Mais de 3 mil famílias devem receber cartão do SOS Rio Grande do Sul nesta semana

Próximo artigo

Você também pode gostar

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.