Tempo de leitura: 1 minuto

O Dia do Consumidor, celebrado em 15 de março, já se tornou uma das datas mais importantes para o comércio e um momento em que os varejistas oferecem diversas promoções. A data também marca o aniversário de cinco anos do aplicativo Menor Preço, criado pela Secretaria da Fazenda (Sefaz) para ser um aliado dos cidadãos que primam por aproveitar ofertas e fazer escolhas vantajosas.

Por meio do app, os usuários podem pesquisar preços de produtos nos mais de 300 mil estabelecimentos varejistas do Rio Grande do Sul que participam do programa Nota Fiscal Gaúcha (NFG). Os resultados são fornecidos com base nas Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e) e nas Notas Fiscais de Consumidor Eletrônicas (NFC-e) emitidas, assegurando a atualização das cotações em tempo real. Além de auxiliar as pessoas na tomada de decisão, os dados incentivam práticas comerciais mais justas e transparentes.

Desde seu lançamento, a ferramenta já conquistou mais de 211 mil cidadãos e ultrapassou a marca de 50 milhões de consultas realizadas, tornando-se um dos aplicativos do governo do Estado mais utilizados pela sociedade. Ao todo, cerca de 1,5 bilhão de itens foram retornados como resposta às buscas pelo Menor Preço. Entre os produtos mais procurados, estão itens de farmácia e supermercado, com destaque para o leite.

“São dados que comprovam e reforçam o sucesso do aplicativo, a solidez da relação de confiança que construímos com o contribuinte e o nosso compromisso em prestarmos serviços de qualidade para a população gaúcha. Além disso, o Menor Preço Nota Gaúcha é um instrumento importantíssimo para combater a concorrência desleal”, afirmou o subsecretário da Receita Estadual, Ricardo Neves.

Aplicativo ajuda na hora das compras de Páscoa

Com a aproximação da Páscoa, as famílias intensificaram a busca pelos tradicionais produtos consumidos na celebração, como frutos do mar, bombons e ovos de chocolate. Uma consulta ao aplicativo pode evitar gastos acima do orçamento familiar.

“O Menor Preço vem para ser um importante aliado e facilitador do usuário, afinal, você pode pesquisar sem sair de casa. Os resultados com os preços dos produtos procurados são filtrados por lojas que estão localizadas até 30 km de distância. O consumidor não perde tempo e nem dinheiro com deslocamento e encontra o que precisa pelo melhor custo-benefício e pertinho de casa”, declarou o coordenador do NFG, Fernando Santos.

O diretor do Instituto de Defesa do Consumidor do Rio Grande do Sul (Procon RS), Rainer Grigolo, acrescentou que o app é um parceiro fundamental dos Procons estadual e municipais, pois possibilita o acompanhamento do mercado para melhor orientar os consumidores. “O serviço de excelência oferecido no Menor Preço é uma conquista para a sociedade. Com ele, o consumidor tem, na palma da mão, o acompanhamento em tempo real dos preços de produtos que pretende adquirir. Neste ano, inclusive, o Procon RS realizou a consulta de preços de material escolar a partir do aplicativo, mostrando ao consumidor a importância de pesquisar. Agora, estamos fazendo o mesmo para a Páscoa”, disse o gestor.

Como funciona o Menor Preço Nota Gaúcha?

1. Baixe o Aplicativo Menor Preço Nota Gaúcha, disponível nas plataformas Android e iOS. Para a utilização dos serviços, é necessário o cadastro no programa Nota Fiscal Gaúcha, o que pode ser feito por qualquer cidadão que possua um CPF.

2. Informe o produto que você deseja pesquisar por meio de sua descrição, marca ou código de barra.

3. Filtre os resultados pelo raio máximo de distância da sua localização e pela data que o preço foi praticado.

4. Encontre os menores preços mais próximos. Como o mecanismo mostra o preço de acordo com a última nota de venda do produto com CPF emitida pelo estabelecimento, é importante verificar a data e o horário em que a nota foi processada.

5. Clicando no resultado da busca, o usuário ainda encontra o endereço e o contato telefônico da loja, que pode servir para confirmação do preço do produto.

Sucesso do aplicativo motivou versão nacional

O sucesso do aplicativo motivou a criação de uma versão nacional, o Menor Preço Brasil. Desenvolvido também pela Receita Estadual em parceria com a Procergs, está disponível para utilização em todos os Estados brasileiros. A tecnologia, sem custo para o usuário, solicita login obrigatório pela conta gov.br, que é um meio de acesso do usuário aos serviços públicos digitais.

Principais números do Menor Preço Nota Gaúcha

  • Total de pesquisas: 50 milhões
  • Total de itens retornados: 1,5 bilhão
  • Tempo médio de resposta: 170 milissegundos
  • Total de NFC-e processadas no período: 8,7 bilhões
  • Total de usuários ativos atualmente: 211 mil

Redes sociais do NFG

Texto: Juliane Kerschner/Ascom Sefaz
Edição: Camila Cargnelutti/Secom

Compartilhe também no:

Arvorezinha contemplada com emenda de R$ 239 mil para a saúde

Artigo anterior

Cotrisoja: sua parceira de confiança na safra de soja 2024

Próximo artigo

Você também pode gostar

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.