Tempo de leitura: 1 minuto

Em comparativo entre os anos 2022 e 2023 a cooperativa registrou aumento de 14,58% no volume de exportação de carne suína

A tendência de aumento nas exportações divulgada pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) também se confirma na Cooperativa Dália. Só em produtos suínos in natura e processados, conforme a ABPA, o volume total embarcado do Brasil no ano passado foi de 1,229 milhão de toneladas, um aumento de 9,7% em relação a 2022. Já na Dália, os produtos deste segmento – cortes congelados com osso, sem osso e miúdos – registraram um volume de 1,4 mil toneladas a mais em relação ao ano de 2022, o que representa aumento de 14,58%.

No total, em 2023, a cooperativa exportou 11 mil toneladas de produtos para o mercado internacional e, no ano de 2022, 9,6 mil toneladas.

A Supervisora de Exportação, Silvana T. Gomes detalha que o mês com maior volume de exportações foi em junho, chegando à marca de 1,5 mil toneladas. “Vale lembrar que nos meses seguintes, como setembro, outubro e novembro, a região foi afetada pelas catástrofes climáticas e isso, por um breve momento, impactou a produção, uma vez que, infelizmente, a Dália teve sua planta industrial atingida pelas águas do Rio Taquari”.

“Precisamos entender que o volume exportado nem sempre é o mais importante; o que é significativo para a empresa na escolha dos mercados é a rentabilidade. Se o mercado internacional estiver pagando mais, direcionamos os volumes para esse mercado; se for o mercado doméstico, a regra é a mesma. Em 2023 tivemos alguns meses em que os preços na exportação estavam mais atrativos, por isso os volumes foram tão expressivos”, frisa Silvana.

Receita na exportação   

Em se tratando de produtos suínos, tanto a ABPA quanto a cooperativa registraram crescimento na receita em comparação aos números do ano anterior. A cooperativa apresentou aumento de 11% e a associação, divulgou que em 2022 foram 2,57 bilhões enquanto no ano passado 2,81 bilhões, representando 9,5% de acréscimo.

Queda no valor

No entanto, a própria ABPA revela que o preço médio do suíno por quilograma teve déficit de 0,2%, terminando 2022 com o valor praticado de US$ 2,295 para US$ 2,291 no ano de 2023.

 

Legenda: Dália teve crescimento no volume exportado de produtos suínos no ano de 2023 em comparação com 2022

Foto: Divulgação

Assessoria de Imprensa Cooperativa Dália Alimentos

Compartilhe também no:

Muçunense jogará Gauchão Sub-17 pelo Ypiranga de Erechim

Artigo anterior

MONTAURI | 2º Encontro do Grupo de Gestantes

Próximo artigo

Você também pode gostar

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.