Tempo de leitura: 1 minuto

Na última semana, o Conselho da Comunidade do Presídio Estadual de Encantado juntamente com o Poder Judiciário e servidores da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) estiveram reunidos com os prefeitos, vereadores e representantes da Comarca de Encantado, para tratar assuntos do sistema prisional.
Na oportunidade, foram mostradas as melhorias realizadas desde 2021, como disponibilizar um profissional da saúde dentro do presídio, reforma do muro, dos alojamentos e refeitório dos servidores, implantação e confecção de uniformes, construção de casinhas para pet em parceria com ONG’s da causa animal, entre outros.
Foi apresentado, ainda, um projeto que visa ampliar vagas de trabalho e estudo para os apenados.
“É importante que seja debatido, levado aos municípios e a população. Mostrar os benefícios do projeto na prática que está diretamente ligado a segurança pública”, destacou a juíza de Direito Vanessa Azevedo Bento.
Conforme a presidente do Conselho, Carla Casagrande Canova, é uma oportunidade de construir uma nova história. “Porque não tornar um presídio modelo? Queremos que vocês façam parte desta história”, ponderou.
O prefeito Jonas sugeriu um novo encontro, desta vez com a participação de todos os vereadores. “Entendemos a relevância de discutir a questão de obras de ampliação da estrutura do presídio. Porém, é uma pauta que envolve toda a sociedade em geral. Também é importante lembrar que uma eventual transferência de recursos para o presídio demanda aprovação do Legislativo Municipal”, explicou.
O Presídio Estadual de Encantado tem capacidade para 81 presos e atualmente atende 98.

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa

Compartilhe também no:

Revisão vai cancelar 66 mil benefícios do Bolsa Família em março no RS

Artigo anterior

CAMPOS BORGES | Brigada Militar registra ocorrência por difamação a novos integrantes da corporação

Próximo artigo

Você também pode gostar

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.