Tempo de leitura: 1 minuto

A Secretaria da Educação (Seduc) realiza os Estudos de Recuperação entre 8 e 17 de fevereiro. A iniciativa é uma oportunidade adicional para que o estudante recupere as aprendizagens essenciais que necessita para o próximo ano letivo, possibilitando a sua aprovação, caso alcance os índices necessários. A medida visa mitigar os impactos da pandemia na educação, diante do período sem aulas presenciais nas escolas. Por esta razão, tem caráter excepcional, é válida apenas para este ano e será realizada com os alunos que apresentaram resultado inferior à média anual ou que tiveram frequência menor que 75% em 2022.

Durante dezembro, os estudantes que não foram aprovados receberam seu Plano de Estudos de Recuperação personalizado, com a indicação das aprendizagens que precisam ser recuperadas para a continuidade da vida escolar e avanço de ano/série.

A mobilização na rede estadual começou nos dias 19 e 20 de janeiro, quando houve encontros entre a Seduc e os 30 representantes das Coordenadorias Regionais de Educação (CREs). O objetivo foi elaborar estratégias e ações para que as instituições de ensino recebam os estudantes nas datas definidas.

A partir de sexta-feira (27/1) e até a próxima terça-feira (31/1), ocorrerão encontros entre as equipes diretivas das escolas com as respectivas Coordenadorias de Educação das suas regiões para orientações e desenvolvimento das atividades.

A secretária da Educação, Raquel Teixeira, avalia que os Estudos de Recuperação representam uma nova oportunidade para consolidar as aprendizagens, considerando a singularidade de cada estudante e a diversidade de circunstâncias que comprometeram seu desenvolvimento no ambiente escolar.

“Este programa não é um sistema de aprovação automática. Ao contrário, é um período de estudos e oportunidades para os estudantes. Esta é uma situação emergencial para que possamos dar sequência à trajetória curricular dos alunos atingidos diretamente pela pandemia”, explica Raquel. “Queremos oferecer mais possibilidades para que as crianças e jovens consigam desenvolver as habilidades necessárias para avançar pedagogicamente, caso atinjam os indicadores necessários durante o período.”

Orientações

No Plano de Estudos de Recuperação também foram indicados aos estudantes materiais como livros didáticos, plataformas de leitura e conteúdos da plataforma Google Sala de Aula, entre outros.

O supervisor ou a equipe diretiva ficará responsável pela organização das atividades presenciais, bem como garantir a execução do cronograma de estudos organizado pela escola.

A família do aluno recebeu o boletim de desempenho dele e o Plano de Estudos de Recuperação. Também foi informada sobre a necessidade do comparecimento do estudante nas atividades presenciais indicadas no cronograma, sendo esta a única forma de acesso à oportunidade adicional.

Texto: Ascom Seduc
Edição: Secom

fonte: Gov do RS

Compartilhe também no:

Chatib Overzicht 2023 ​​alles Wat U Erover Moet Weten!

Artigo anterior

Sad Marriage Chat Rooms Peoples Issues Chat Room

Próximo artigo

Você também pode gostar

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.