Tempo de leitura: 1 minuto

Pavilhão Internacional da feira sediará o 4º Seminário China-Brasil da cadeia de suprimentos da Agricultura, Pecuária e Alimentação

No sábado, 10 de fevereiro, foi  celebrado o Ano Novo Chinês, marcando o início do período do dragão. De acordo com a mitologia chinesa, o dragão é símbolo de boa sorte, força e sucesso. E esses são os desejos da organização da Expodireto Cotrijal para todas as delegações estrangeiras que devem passar pelo parque da feira em Não-Me-Toque (RS), de 4 a 8 de março.

Entre os grupos que devem participar da exposição e da programação do Pavilhão Internacional, estará a comitiva chinesa. “Podemos dizer com alegria que a Área Internacional da Expodireto Cotrijal tem contribuído para divulgar o Rio Grande do Sul e o agronegócio brasileiro para outros países com sucesso. E isso se reflete na edição de 2024, na qual além das delegações de países que costumam participar, também teremos a presença da maior delegação chinesa da história da feira”, destaca o presidente da Cotrijal, Nei César Manica.

A participação chinesa será com expositores, importadores, representantes de empresas de trading, palestrantes e membros do governo. Este movimento é um resultado dos convites realizados pela Coordenação da Área Internacional da Expodireto Cotrijal, em viagens realizadas em 2023 para Pequim, Shanghai e Xiamen.

“É a primeira vez que a feira recebe expositores de empresas da China, além da grande comitiva que já confirmou presença. Estamos animados com as possibilidades de networking e de rodadas de negócios que ocorrerão no Pavilhão Internacional”, comenta Matheus Prato Da Silva, coordenador da Área Internacional da feira.

A 24ª edição da Expodireto Cotrijal também sediará o 4º Seminário China-Brasil da cadeia de suprimentos da Agricultura, Pecuária e Alimentação. A 1ª edição foi realizada de forma virtual no Pavilhão Internacional da feira em 2023. Já a 2ª e a 3ª edições ocorreram em Pequim, nos meses de março e novembro do ano passado.

Sustentabilidade e segurança alimentar

Nos eventos que serão realizados no Pavilhão Internacional, temáticas como sustentabilidade e segurança alimentar serão centrais. Segundo a organização do espaço, debates sobre geração de energia com plantas eólicas e solares, produção de hidrogênio verde, transição energética do carvão mineral, produção de biodiesel e etanol, são assuntos cada vez mais solicitados pelas comunidades internacionais.

Além disso, muitos estrangeiros procuram na Expodireto Cotrijal alternativas para aumentar a produção de alimentos em seus países. Por isso o setor internacional da feira sediará o evento Food Security as Defense too – no português, Segurança Alimentar também como defesa.

Ainda dentro das atividades previstas, o auditório International Point promoverá uma série de debates, com palestrantes do Brasil e do exterior, além de encontros entre entidades que discutem os acontecimentos do agronegócio no mundo.

Jardim das nações

Além da programação robusta, o espaço do Pavilhão Internacional também tem outra novidade. Nesta edição da feira foi criado o “Garden das Nações”, como a palavra em inglês indica, será um jardim que convida os visitantes estrangeiros e as empresas brasileiras para, em contato com a natureza, construir parcerias e realizar reuniões de negócio. Um espaço aconchegante e de multi uso para quem frequentar a área.

A previsão é que Expodireto Cotrijal receba representantes de diversos países além da China, como Alemanha, Argentina, Nigéria, Gana, França, Bolívia, Canadá, Emirados Árabes Unidos, Rússia, Estados Unidos, Itália, Israel, Uruguai, Colômbia, Paraguai, Panamá, Peru, entre outros.

Por Laura Coutinho | Assessoria de Imprensa da Expodireto Cotrijal

Compartilhe também no:

Prefeito de Serafina Corrêa esteve em Brasília em busca de recursos

Artigo anterior

Professores de Nova Alvorada passam por formação

Próximo artigo

Você também pode gostar

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.