Tempo de leitura: 1 minuto
Em ano atípico, marcado pela catástrofe climática no Rio Grande do Sul, o futsal é uma das alternativas para mudar realidades das comunidades. Para mantê-lo vivo, em virtude da situação vivida por muitas cidades, a Liga Gaúcha de Futsal (LGF), organizadora de competições como Gauchão de Futsal Séries A, B e C, além das categorias de base, Taças Farroupilhas e Copa dos Pampas, apresentou uma nova proposta para a Divisão de Acesso. 18 equipes estão confirmadas e foram separadas em dois grupos conforme o impacto sofrido pelas fortes chuvas.
O Grupo A será composto por 11 selecionados, sendo eles: ASF (Serafina Corrêa), ASAF (Campos Borges), Ibira Futsal (Ibiraiaras), AEEF (Erechim), Tapejara Futsal (Tapejara), AFSJI (São José do Inhacorá), Lokomotiv (Palmeira das Missões), Giruá Futsal (Giruá), AGSL (São Luís Gonzaga), ATLEC (Três passos) e Soberano Futsal (Sarandi). No B, foram colocados os municípios mais impactados, sendo eles: Santa Cruz Futsal (Santa Cruz do Sul), ALAF (Lajeado), Nadas Branco (Rio Pardo), União Futsal (Parobé), ANPF (Nova Petrópolis), ACEF (Bom Princípio) e ASSERC (Bagé).
Na primeira fase, os times se enfrentarão em turno único, todos contra todos. No Grupo A avançarão para a fase mata-mata dez equipes, enquanto no B serão seis classificados. Na sequência, a disputa se dará pelo índice técnico entre as equipes, 1ª Melhor Campanha x 16ª Melhor Campanha e assim sucessivamente.
“Tivemos o cuidado de conversar com alguns presidentes para entender a real situação. O ano é atípico e temos a necessidade de adotar, com a compreensão de todos, medidas de exceção”, destacou a LGF.
Da região, a ASF, do técnico Tiago Bernardi, segue com os treinamentos. Reforços chegaram, treinaram e foram apresentados oficialmente aos torcedores ao longo do mês de maio. Os alas Deivão e Alcides são as novidades da “Squadra Azurra”. A expectativa da diretoria é figurar em 2025 na elite do futsal gaúcho.
“É para isso que estamos trabalhando. Contamos com o apoio dos patrocinadores, apoiadores, torcedores e da comunidade para realizar uma boa temporada e, se tudo acontecer dentro do planejado, conquistar o tão sonhado acesso à Série A. Sabemos que a caminhada é árdua e, apesar da situação vivida no estado, os times estão motivados a darem alegrias para as suas comunidades”, disse o presidente Pedro Grando, o Pedrinho.
Para os times do Grupo A, a competição deverá iniciar no dia 22 de junho, enquanto para os sete do B a expectativa é que a bola possa rolar na segunda quinzena do mês de julho.
Gauchão de Futsal Série B
Chave A
1. ASF – Serafina Corrêa
2. ASAF – Campos Borges
3. Ibira Futsal – Ibiraiaras
4. AEEF – Erechim
5. Tapejara Futsal – Tapejara
6. AFSJI São José do Inhacorá
7. Lokomotiv – Palmeira das Missões
8. Giruá Futsal – Giruá
9. AGSL – São Luís Gonzaga
10. ATLEC – Três passos
11. Soberano Futsal – Sarandi
Chave B
1. Santa Cruz Futsal – Santa Cruz do Sul
2. ALAF – Lajeado
3. Nadas Branco – Rio Pardo
4. União Futsal – Parobé
5. ANPF – Nova Petrópolis
6. ACEF – Bom Princípio
7. ASSERC – Bagé
Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Compartilhe também no:

GUAPORÉ | Emater/RS-Ascar contabiliza prejuízos nas propriedades rurais

Artigo anterior

Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio acumulado em R$ 95 milhões

Próximo artigo

Você também pode gostar

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.