Tempo de leitura: 1 minuto

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
Av. Borges de Medeiros, 1565 – Bairro Praia de Belas – CEP 90110-150 – Porto Alegre – RS – www.tjrs.jus.br 13o andar
ATO CONJUNTO 001/2024-P E CGJ
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL e a CORREGEDORA-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso de suas atribuições legais,
considerando as consequências em larga escala advindas das intensas chuvas ocorridas nos últimos dias no Estado do Rio Grande do Sul, com grande de número de Municípios afetados, pessoas desalojadas, rodovias e pontes interditadas,
considerando os alertas da Defesa Civil do Estado do Rio Grande do Sul acerca das previsões meteorológicas, que referem ao grande volume de chuvas para os próximos dias, com riscos de vendaval, descargas elétricas, inundações e alagamentos,
considerando que o Governo do Estado do Rio Grande do Sul anunciou a decretação do estado de calamidade pública no Estado,
RESOLVEM
Art. 1o Determinar a suspensão do expediente presencial do Poder Judiciário do Estado do Rio Grande do Sul, dos serviços judiciais e extrajudiciais, nos dias 02 e 03 de maio de 2024, no âmbito do primeiro e do segundo graus de jurisdição, com a prorrogação dos prazos processuais que se vencerem nas referidas datas para o primeiro dia útil subsequente. Ficam mantidos os serviços de plantão permanente, atendimento a população e de trabalho remoto.
Art. 2o Compete aos Diretores de Foro a adoção de outras medidas medidas que entenderem pertinentes no âmbito do primeiro grau de jurisdição.
Art. 3o Este Ato entra em vigor nesta data. Secretaria da Presidência, 02 de maio de 2024.
Ato Conjunto 001/2024-P E CGJ (6666260) SEI 8.2022.0139/000182-2 / pg. 1

DESEMBARGADOR ALBERTO DELGADO NETO Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul
DESEMBARGADORA FABIANNE BRETON BAISCH Corregedora-Geral da Justiça do Estado do Rio Grande do Sul

Compartilhe também no:

Governador decreta estado de calamidade pública por conta das cheias no RS

Artigo anterior

Atualização dos serviços de infraestrutura do RS – 2/5, 9h

Próximo artigo

Você também pode gostar

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.