Tempo de leitura: 1 minuto

Passando por uma grande transformação em sua estrutura física e qualificando cada vez mais o atendimento humanizado aos pacientes, o Hospital Manoel Francisco Guerreiro, de Guaporé, atende dezenas de pessoas diariamente. Para continuar acolhendo da melhor forma possível, mais do que um lugar adequado, é necessário contar com profissionais capacitados, equipamentos modernos e insumos. Para que possa seguir a caminhada, lideranças guaporenses, juntamente com a diretoria da casa de saúde, solicitaram ao deputado federal Osmar Terra (MDB) em visita à Capital Federal – Brasília em 2022, a destinação de recursos através de emenda parlamentar.

Na manhã da quinta-feira, dia 16 de março, o assessor do deputado Paulo Giroldi, acompanhado do vereador Ari Paesi (MDB), do secretário de Segurança Pública e Trânsito Adriano Caron e do servidor da municipalidade Enio Berta, confirmou à diretora da Associação Hospitalar e do Hospital de Guaporé mais R$ 200 mil. O valor poderá ser utilizado nas despesas necessárias à prestação de serviços e à manutenção da administração como, por exemplo, o pagamento de pessoal, de material de consumo e a contratação de serviços de terceiros. É a chamada “emenda de custeio”. O recurso está previsto no Orçamento Geral da União (OGU) 2023 e saíra dos cofres do Ministério da Saúde.

Em nome do Hospital de Guaporé receberam a confirmação da emenda parlamentar o presidente Rodolfo Sebben, vice-presidente Edilson Deitos e o diretor Roger Santos.

Data: 16/03/2023 13:50:28
Autor: Eduardo Cover Godinho

Fonte: Rádio Aurora

Compartilhe também no:

ENCANTADO | Conferência Municipal da Saúde ocorre no dia 28 de março

Artigo anterior

SERAFINA CORRÊA | Mais um curso do Programa Oportuniza está sendo realizado

Próximo artigo

Você também pode gostar

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Mais Geral