Tempo de leitura: 1 minuto
Iniciativa da Administração Municipal, através das Secretarias de Saúde – Vigilâncias em Saúde (Setores de Vigilância Ambiental, Sanitária e Epidemiológica), e Obras e Viação, para diminuir a circulação do mosquito Aedes Aegypti – transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela, o “Mutirão de Limpeza” prossegue na segunda-feira, dia 18 de março, com atuação em mais uma área. Moradores do bairro Ferrovia, localizado na Linha 21 de Abril, deverão separar os materiais para que possam receber uma destinação correta, evitando assim o acúmulo de água.Pode ser uma imagem de mapa, estrada e texto
Ao longo da semana, os agentes de saúde passaram nos imóveis e entregaram os folders explicativos com os materiais que podem ser descartados no “Mutirão de Limpeza”. É importante destinar latas, potes, frascos, brinquedos velhos, panelas velhas, pratos velhos, lonas velhas, plásticos, pneus, garrafas, peças de ferro, móveis, madeira, entre outros. Tudo dever ser deixado em frente aos imóveis para que possam ser recolhidos pelos servidores da Secretaria de Obras e Viação.
“É uma área populacional menor do que as anteriores. Porém, acreditamos no sucesso da ação e no recolhimento de muitos materiais”, disseram os fiscais.
A preocupação ainda recai, conforme as Vigilâncias em Saúde, na região do bairro Planalto (Capela Nossa Senhora Aparecida). Muitas residências continuam com seus pátios sujos e, diariamente, os fiscais estão notificando e autuando os proprietários. Larvas do mosquito transmissor estão sendo localizadas com frequência e a preocupação com a velocidade com que ocorre a proliferação só aumenta.
“Os moradores, não só do bairro Planalto, mas de toda a área urbana e rural, precisam verificar com mais cuidado os ralos, as calhas e os recipientes que podem estar acumulando água. Isso inclui até brinquedos que ficam por vários dias espalhados pelo pátio. Não é somente em imóveis sem manutenção que encontramos larvas”, concluíram.
Em Guaporé, seis pessoas tiveram teste positivo para dengue, das 54 notificações encaminhadas para análise no Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS/RS).Pode ser uma imagem de corpo d'águaNenhuma descrição de foto disponível.
Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Compartilhe também no:

FGF divulga datas e horários dos jogos de volta das semifinais do Gauchão

Artigo anterior

Arvorezinha contemplada com emenda de R$ 239 mil para a saúde

Próximo artigo

Você também pode gostar

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.