Tempo de leitura: 1 minuto

Todo o lixo produzido na Expoagro Afubra tem destinação adequada, conforme as normas vigentes sobre resíduos. E os volumes impressionam, pois no ano passado, por exemplo, durante a realização da feira foram recolhidas 82,5 toneladas de resíduos sólidos. Conforme José Leon Macedo Fernandes, coordenador pedagógico do Verde é Vida, o trabalho pela destinação correta é realizado desde o início da montagem dos estandes, se intensifica nos quatro dias de feira e segue depois do evento, no período em que há o desmonte das estruturas. “Uma equipe da Afubra faz o acompanhamento, a quantificação e o controle do destino de cada tipo de resíduo produzido”, explica.

O processo começa 20 dias antes do evento e termina em torno de 10 dias após o encerramento da feira agropecuária, sendo que para cada tipo de resíduos produzidos há um destino diferente. “Todo o resíduo orgânico é direcionado para a composteira do Centro de Difusão Agropecuária (CDA) da Afubra, o lixo seco é recolhido pela Cooperativa de Catadores de Rio Pardo e o rejeito é armazenado em papa entulhos e recolhido por uma empresa especializada”, cita Fernandes.

E o público visitante pode contribuir para que haja redução na categoria rejeito e bons índices de reaproveitamento dos resíduos, com reciclagem de materiais como papel e plástico e transformação do orgânico em solo fertilizado. Para isso, as pessoas devem descartar seu lixo nos recipientes adequados, que são lixeiras marrons para o lixo orgânico e lixeiras na cor laranja para o seco. Para auxiliar nesse processo, manter a limpeza do parque e fazer o recolhimento do lixo, a coordenação da feira contrata uma empresa especializada que atuará durante os quatro dias.

“No final, após o desmonte das estruturas móveis do parque, é feito um relatório de todo o resíduo produzido pela Expoagro Afubra antes, durante e depois da realização do evento”, conta José Leon. Durante a feira, serão mais de 200 tonéis pelo parque, além de 100 lixeiras de concreto fixas. Além disso, com objetivos pedagógicos, haverá alguns conjuntos de seis latões para coleta seletiva em pontos estratégicos do parque. Estes seguem as cores padrão, que são: azul, para papel; vermelho para plástico; verde para vidro; amarelo para metal; laranja para resíduos perigosos; marrom para resíduos orgânicos e cinza para resíduos não reciclável ou misturado.

 

LEMBRE-SE:

– Lixeiras marrons – Para o lixo orgânico

– Lixeiras cor de laranja – Para o lixo seco.

 

 

Assessoria de Imprensa da Expoagro Afubra 2024

Texto: Jorn. Cristina Severgnini (MTB/RS 9231)

Foto Arquivo/Afubra

Tags: Expoagro AfubraDiversificaçãoResíduosMeio Ambiente

Compartilhe também no:

Produtos Dália expostos na Festa da Uva

Artigo anterior

Verde é Vida coloca a educação ambiental em evidência no Espaço de Inovação do Agro

Próximo artigo

Você também pode gostar

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.