Tempo de leitura: 1 minuto

A primeira edição do Connex – Conexão de Experiências em Segurança Pública e Prevenção às Violências – iniciou nesta quarta-feira (13/3), no Centro Histórico de Pelotas.  O evento é um encontro de agentes e gestores públicos, organizações do terceiro setor, empresas e sociedade para troca de experiência e promoção de ações de segurança pública. A programação vai até sexta-feira (15/3) com conferências, debates, reuniões oficiais e mostras de boas práticas.

O governador Eduardo Leite participou da cerimônia de abertura, que ocorreu no final do dia no Theatro Guarany e contou também com uma apresentação do ex-presidente da Colômbia general Oscar Naranjo. Leite destacou o alinhamento de esforços entre diferentes órgãos que atuam na área da segurança pública como fator essencial para enfrentar a criminalidade. “É necessária a integração efetiva entre os órgãos que se relacionam com a segurança pública, puxando juntos na mesma direção. Não há crime que se organize que seja capaz de superar essa coordenação. Precisamos insistir nessa integração para não deixar zonas cinzentas entre as esferas, que acabam sendo aproveitadas pelo crime”, disse o governador. “É muito importante, também, trazermos os municípios para para colaborarem na segurança pública, atuando no território da prevenção, essencial para que tenhamos uma ação perene e consistente”.

Durante o dia, no Clube Caixeiral, o secretário da Segurança Pública, Sandro Caron, também abordou a importância de ações integradas contra o crime organizado. “Buscamos sempre reforçar a integração entre as forças policiais e as ações para prender suspeitos, mandantes e executores de crimes, além da apreensão dos bens e dinheiro das facções, com auxílio das informações de inteligência das instituições da segurança. Reforçando a pressão operacional e a asfixia financeira das organizações criminosas, iremos ampliar o combate à criminalidade em todo o Estado”, disse Caron.

O programa RS Seguro foi apresentado aos participantes durante palestra do delegado Antonio Padilha, secretário-executivo do programa. “O RS Seguro engloba quatro eixos: combate ao crime; políticas sociais preventivas e transversais; qualificação do atendimento ao cidadão; e sistema prisional. Mostrar em um evento desse porte o trabalho que estamos fazendo ajuda a difundir o que  está dando certo por aqui para outros estados e países. Essa troca de experiências qualifica ainda mais o trabalho da segurança pública”, comentou Padilha.

A Reunião A1, do RS Seguro, que é realizada mensalmente no Palácio Piratini, em Porto Alegre, e reúne todas as forças de segurança do Estado e o governador, foi levada para o palco do Parque Tecnológico em Pelotas, dentro da programação do Connex. O evento é uma reunião técnica que trata dados sensíveis e estratégicos da segurança pública e analisa índices de criminalidade do RS.

O Connex segue com programação de palestras, painéis e atividades integrativas ao longo desta quarta-feira. O cronograma completo de atividades pode ser acessado no link www.connexpelotas.com.br.

Quem apoia o Connex

O Connex conta com o patrocínio do governo do Estado do Rio Grande do Sul, Departamento Estadual de Trânsito (DetranRS), Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul), Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e Itaú.

Texto: Anelize Sampaio/Ascom SSP, Lurdinha Matos/Ascom SSP, Thamiris Mondin/Secom e Elisângela Veiga/Ascom RS Seguro
Edição: Secom

gov do RS

Compartilhe também no:

Produtores de tabaco serão acolhidos na Casa do Associado

Artigo anterior

Polícia Federal deflagra ação para reprimir desvio de recursos públicos da educação

Próximo artigo

Você também pode gostar

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.