Tempo de leitura: 1 minuto

Não demorou mais do que oito dias e policiais da Delegacia de Polícia Civil (DP), de Guaporé, coordenado pelo delegado Tiago Lopes de Albuquerque, estão próximos de elucidar mais um crime violento contra a vida no município. Após um trabalho exaustivo de investigação, agentes, com apoio da equipe da DP de Serafina Corrêa, prenderam no começo da tarde da quinta-feira, dia 2 de março, o suspeito de ter matado a tiros Jailson Gustavo Santos da Silva, de 18 anos. O homicídio, o terceiro registrado no município em 2023, aconteceu no dia 22 de fevereiro, por volta das 18h50min, em uma via pública no bairro Pinheirinho.

O jovem, de 18 anos – natural de Guaíba, foi localizado e preso em uma residência na rua Salgado Filho, bairro Santo André. No imóvel, os policiais cumpriram dois mandados de busca e apreensão (MBA) e prisão temporária. O suspeito, que tentou empreender fuga pelos fundos do terreno, foi detido pelos agentes. Em um dos cômodos, os agentes encontraram uma pochete e, em seu interior, apreenderam um revólver calibre .38 (Marca Taurus) municiado e mais 24 cartuchos (Marca CBC) do mesmo calibre foram apreendidos.

“Trabalho intenso de investigação que resultou na prisão deste jovem que, apesar da pouca idade, tem histórico de ações delituosas graves e é conhecido dos órgãos de segurança pública. Por todas as evidências e provas colhidas ao longo das atividades, acreditamos ter esclarecido o homicídio”, disse o delegado.

No momento em que recebeu voz de prisão o suspeito vestia a mesma bermuda, esta identificada nas imagens de videomonitoramento analisadas pelos policiais durante a investigação, que estava usando no dia do crime. Um boné também foi apreendido dentro da residência. O delegado Albuquerque ressaltou os fatores determinantes para a prisão do suspeito que, provavelmente, contou com auxílio de um veículo para a fuga do local do homicídio.

“Importante o trabalho de análise das imagens das câmeras de monitoramento de residências e estabelecimentos comerciais das proximidades. Sem dúvida foi um dos principais fatores, juntamente com as informações repassadas pela comunidade, que levou à prisão do suspeito”, destacou.

O delegado complementou:

“Muitas pessoas que moram nas proximidades onde ocorrem os crimes, por vezes, têm receio de colaborar e formalizar as informações. Mas é importante que continuem contribuindo seja por telefone, mensagem no canal de denúncias ou vindo até a Delegacia para trazer os relatos”, salientou Albuquerque.

As investigações, com novas diligências e interrogatório do suspeito, prosseguem na DP de Guaporé. O jovem, após os procedimentos legais, foi encaminhado para o Presídio Estadual de Guaporé.

Data: 02/03/2023 17:46:55
Autor: Eduardo Cover Godinho

fonte: Rádio Aurora

Compartilhe também no:

CAMPOS BORGES | Acusado de agredir a mãe é preso pela terceira vez em 6 meses

Artigo anterior

Prouni: inscrições para o primeiro semestre terminam hoje

Próximo artigo

Você também pode gostar

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.