Tempo de leitura: 1 minuto

A Brigada Militar participa, a partir desta terça-feira (10/1), das medidas de reforço da segurança pública no Distrito Federal (DF). Ao todo, foram enviados 73 policiais militares do Comando de Polícia de Choque (CPChq), lotados nos batalhões de Porto Alegre (1º BPChq), Passo Fundo (3º BPChq) e Uruguaiana (6º BPChq). O efetivo embarcou para Brasília às 19h, em voo da Força Aérea Brasileira (FAB) que partiu do Aeroporto Salgado Filho.

O efetivo fica à disposição do Ministério da Justiça e Segurança Pública até 31 de janeiro, período de duração da intervenção federal na segurança pública do DF. Além do Rio Grande do Sul, participam da missão policiais militares de Alagoas, da Bahia, do Ceará, de Goiás, do Maranhão, do Piauí e do Rio Grande do Norte. Eles serão empregados na Força Nacional de Segurança Pública, a fim de garantir a ordem pública em Brasília.

WhatsApp Image 2023 01 10 at 19 22 28
Pela manhã, os PMs participaram de instrução e nivelamento nas dependências do 1º Batalhão de Polícia de Choque – Foto: Ascom BM
Os PMs que embarcaram participaram, na manhã desta terça, de instrução e nivelamento nas dependências do 1º Batalhão de Polícia de Choque (1º BPChq), no bairro Partenon, em Porto Alegre. Durante a tarde, o contingente se reuniu com o comandante-geral da Brigada Militar, coronel Cláudio dos Santos Feoli, e com o subcomandante-geral da BM, coronel Douglas Soares, no Quartel do Comando-Geral da BM, no centro da capital.

Texto: Ícaro Ferreira/Ascom BM
Edição: Secom

fonte: Gov do RS

Compartilhe também no:

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 16 milhões

Artigo anterior

SOLEDADE | Ladrões roubam fiações e deixam comunidade do interior sem água

Próximo artigo

Você também pode gostar

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.