Tempo de leitura: 1 minuto
O prefeito em exercício Moisés Beltrami, emitiu um ofício à Câmara de Vereadores, convocando para segunda-feira, dia 29 de abril, às 18h, uma sessão Extraordinária para apreciação do Projeto de Lei nº 019/2024, que visa autorização para o Poder Executivo Municipal contratar operação de crédito com o Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A.
Em anexo a convocação o Poder Executivo envio o estudo de viabilidade para financiamento e planilha orçamentária fornecida pelo Banrisul.
Na introdução do estudo de viabilidade financeiro consta que o financiamento junto ao Banrisul é para a implantação de um sistema fotovoltaico, construção de 10 unidade habitacionais para famílias de baixa renda e aquisição de equipamentos rodoviários. O valor financiado é de R$ 3 milhões, com um período de carência de um ano e amortização em 84 parcelas mensais de R$ 35.714,29 mais a taxa de juros aplicada de 5% ao ano mais a taxa Selic.
O valor de R$ 3 milhões seria aplicado da seguinte forma: Implantação do sistema fotovoltaico R$ 1 milhão, contrapartida aplicada pelo Poder Executivo na construção de 10 unidades habitacionais R$ 240 mil e aquisição de equipamentos rodoviários R$ 1.760 milhões.
Pode ser uma imagem de 9 pessoas, pessoas estudando, sala de redação, hospital e texto

Fonte: Câmara de vereadores de Putinga.

Compartilhe também no:

VESPASIANO CORRÊA | COMPED destaca importância da conscientização sobre o Transtorno do Espectro do Autismo em evento

Artigo anterior

Estado anunciará investimento do setor privado na segunda-feira (29)

Próximo artigo

Você também pode gostar

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.